Publicado por: A Viajar por Aí | Dezembro 23, 2008

Marrakech ao encontro da loucura

Parece que cada vez mais Marrocos está nos destinos favoritos dos portugueses e dos brasileiros. A aumentar também está a quantidade de sites e blogues informativos sobre este país, fazendo então mais fácil perceber este destino tão apetecido.

Marrakech está na mente de todos os viajantes como um destino a não faltar, e, na verdade esta cidade fascinante é mesmo imperdível.

Marrakech já tem muitas companhias aéreas com vôos directos desde muitas cidades da Europa, e, está mais ou menos no centro do país, perto das montanhas, perto da costa, perto do Sul, perto das cidades como Rabat e Casablanca.

Para mim, Marrakech é um centro de movimento, musica, encantadores de serpentes, contadores de histórias, monumentos, museus e palácios, loucura e insanidade, carros, motas, cavalos e carroças, macacos e muitos mas muitos kms de lojas com imenso artesanato para fazer qualquer um perder a cabeça e comprar comprar comprar.

2 ou 3 dias nesta cidade são suficientes para ter um pouco a noção disto que escrevo, mas, é mesmo pelo menos com 1 semana que se começa a sentir as verdadeiras “vibes” da cidade vermelha.

3 Coisas a não perder durante uma visita a Marrakech

Praça Jemaa el Fna – Lugar de encontro de contadores de histórias, musicos, bancas de restaurantes, carteiristas, turistas, carros de sumo de laranja e frutos secos, encantadores de serpentes, loucos, tatuadoras de henna e tudo mais. Esta praça está incluída na lista de Património Mundial da UNESCO.

Palácio el Badi e Palácio Bahia – Estes 2 palácios estão relativamente perto um do outro e fazem um perfeito acabar do dia a ver Sol a pôr-se do cimo das torres do Palácio el Badi. Estes 2 monumentos de Marrakech são exemplo das diversas dinastias governantes no reino, e, são altamente fotogénicas para os amantes da fotografia. A entrada é paga.

Souq – Marrakech tem centenas de kms de ruelas e becos com lojas onde pode encontrar todo o artesanato que sempre quis a preços que têm sempre de ser regateados. Não perdoe com o regateio. Entrando pela Praça Jemaa el Fna, o Souq de Marrakech, ou antes dito, o grande mercado de Marraquexe é constituido na verdade por vários “souqs” juntos, ou seja, há o mercado das peles, o mercado dos latões, o mercado da fruta, o mercado dos tapetes, o mercado dos bolos, o mercado das galinhas, o mercado dos sapatos e babouchas, o mercado da cestaria e especiarias, etc.

Prepare-se para perder algumas horas perdido dentro da medina, dâ 1 dia de trabalho às suas pernas e aventure-se pelos labirintos. Sempre que se perder é fácil perguntar a um senhor de uma loja qualquer como pode voltar para a Praça Jemaa el Fna.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: